Use seus dados do Meu Rotary
    
  Lembrar     

Notícias   

   

PETS 2018-2019 inspira a liderança e o encantamento dos rotarianos na busca do ideal de servir

01/07/2018


Distrito 4420

Baseado no jeito Disney de encantar clientes, confira como o elenco de trabalho do Governador Eleito Carlos Torci pretende mobilizar os clubes de Rotary do Distrito 4420 
 
Uma tradicional lenda árabe diz que quem planta tâmaras, não colhe tâmaras. Ele serve para inspirar os rotarianos em busca do ideal de servir, como se as comunidades beneficiadas por seus projetos fossem os convidados na exibição de um filme de gala. Os voluntários em Rotary seriam os protagonistas deste elenco. “E no seu clube de Rotary, quem é o principal convidado, aquele que seria servido com arte por você?”, enfatizou Carlos Torci, Governador Eleito do Distrito 4420 do Rotary International (RI) no Ano Rotário 2018-2019, durante a acolhida de sua Equipe Distrital para o PETS (Seminário de Treinamento de Presidentes Eleitos), de 16 a 18 de março, no Radio Hotel Resort, em Serra Negra/SP. 
 
Foi neste clima de encantamento, envolvimento e inspiração que ele recepcionou governadores assistentes, presidentes eleitos e cônjuges que vão liderar os clubes do Distrito 4420 a partir de 1º de julho. “O PETS tem entre seus objetivos motivar o exercício da liderança para que ela seja praticada durante a gestão que se aproxima. Trouxemos as ênfases reveladas na Assembleia Internacional do Rotary, em San Diego (EUA), durante o treinamento dos governadores de 219 países. Também mostramos um pouco das metas, mas o principal trabalho foi motivacional. Despertamos o desejo de produzir e realizar nos rotarianos. Eles querem assumir logo seus clubes e partir para ação. Nossa missão será encantar”, desejou. 
 
Cerca de 170 pessoas participaram do PETS. Torci apresentou a estes líderes o Seja a Inspiração, lema mundial do Rotary para 2018-2019. Ele também deu detalhes da menção presidencial de Barry Rassin, que será o presidente do RI neste mesmo período. “O Seja a Inspiração está totalmente alinhado à filosofia de trabalho que aplicamos junto à Equipe Distrital. Desenvolvemos nos últimos meses um forte apelo pelo encantamento, baseado no jeito Disney de encantar seus clientes. O Distrito 4420 é um casso de sucesso em Rotary, mas como poderíamos reter nossos associados pela satisfação total? Sabemos convidar novos rotarianos, mas precisamos melhorar o foco em sua retenção. Vamos fidelizar estes convidados”. 
 
Para justificar novas formas de encantar, o Governador Eleito usou dados estáticos para planejar ações inspiradoras, baseado em métricas reais sobre o quadro associativo da instituição. “A gente ganha e perde cerca de 300 associados por ano. É uma variação que representa de 15 a 18 do total de rotarianos no Distrito 4420. Mais da metade daqueles que nos deixam têm menos de dois anos de associação. Entendo que o desencantamento com o clube de Rotary é a principal causa da evasão. Ao trabalhar a retenção destas pessoas, temos que desenvolver o encantamento nelas. É neste sentido que o lema Seja a Inspiração está 100 alinhado conosco. Vamos reter e encantar por exemplos inspiradores”. 
 
Como encantar convidados 
 
Baseado na terminologia Disney, o time que trabalhou na organização do PETS considerou cada rotariano como um convidado especial do evento. “Liderar pelo exemplo, ser a inspiração e encantar cotidianamente vão exigir um desprendimento fora do habitual para todos nós. Os presidentes de clubes já estão cientes deste desafio. Teremos uma percepção aguçada para superar as expectativas do nosso público. Os rotarianos serão os nossos convidados. Para convidados, teremos sempre que nos desdobrar para atender suas necessidades de encantamento. Este será o principal conceito desta gestão, tão bem aplicado por nossos instrutores de capacitação antes, durante e depois do PETS”, revelou. 
 
A filosofia do encantamento foi usada na equipe que ajudou no sucesso do PETS. Coordenado por Aldo Gaspar Filho, associado do Rotary Club de Guarujá-Vicente de Carvalho, o elenco de instrutores e de governadores assistentes que atuou no evento teve formato inovador. “Eles ganharam mais importância no relacionamento com os clubes, pois integraram a equipe de capacitação distrital como facilitadores. Foram coordenadores das salas de debates e se prepararam para conduzir o PETS com tamanha responsabilidade. Terminado o encontro, eles não quebram o vínculo com os rotarianos, pois vão participar desta construção ao lado dos clubes até o final da gestão em seus respectivos cargos”. 
 
Durante várias dinâmicas do PETS, o Governador Eleito e seu elenco de instrutores tinham um avental de garçom como traje oficial. É como se quisessem dizer que estavam ali para servir, atender e encantar os convidados. “Criamos um vínculo de cumplicidade que valorizou os participantes e fez com que ninguém se sentisse desamparado. Os clubes sabem que sempre terão companheiros preparados para acompanhá-los durante o ano. Os palestrantes e presidentes das comissões distritais também ajudaram a construir o conteúdo encantador do PETS. Os instrutores Edvaldo Santos e Rodrigo Feola, que ajudaram respectivamente nas temáticas de novas gerações e do jeito Disney de encantar clientes foram gratas surpresas. Além de encantar, se revelaram como novas lideranças do Distrito”, reconheceu Torci. 
 
Metas e desafios inspiradores 
 
As metas e os desafios provocados por Torci não têm apelo de nível distrital. Isso ficou evidente em reuniões que antecederam o PETS. Neste período preliminar de contato com os futuros presidentes, ele mostrou algumas performances recentes dos clubes de Rotary do Distrito 4420. “Eu gostaria que os clubes repetissem seus melhores resultados dos últimos cinco anos. Acho que este é o grande desafio, pois não adianta impor metas que não são a realidade cotidiana deles. Ao exigir um amplo esforço dos clubes em prol de um objetivo que é distrital, podemos não obter 100 de cumplicidade. Temos que levar em consideração as pretensões internas dos clubes e seus aspectos econômicos e culturais”. 
 
Torci ressalta que os clubes devem realizar bem suas ações, mas desde que gostem e saibam fazer. Ele invocou o aspecto da superação interna, onde o principal concorrente do clube é ele mesmo, sem a necessidade de competição com outro. “Esperamos que cada clube seja melhor do que já foi um dia. O processo passa a ser de crescimento interno. Se um clube se comparar a outro, não estará levando em conta o seu perfil, sua diversidade e sua capacidade de realização. Todos fazemos o mesmo Rotary, mas devemos respeitar as características de nossos associados. Eu não preciso fazer milhares de coisas ao mesmo tempo. Posso realizar poucas ações, mas desde que sejam bem feitas. Sucesso é isso”. 
 
Aliada ao encantamento e a retenção dos rotarianos, a questão da liderança também foi algo latente durante o PETS. Segundo Torci, os presidentes saíram do evento com a sensação que são de fato os líderes de seus clubes. “Eles não se sentiram como parte burocrática de um processo de administração ou gestão passageira. Todos se reconheceram como novas lideranças. Também observamos este sentimento de forma clara na pesquisa de satisfação que fizemos após o treinamento. Em outros depoimentos, seja pelas mídias sociais ou pessoalmente, muitos me disseram que sabem de fato o que estão fazendo como presidentes de um clube de Rotary. Isso foi o principal encantamento oferecido pelo PETS”. 
 
Revelando novas lideranças 
 
Difundir o trabalho das novas gerações em Rotary e identificar o surgimento de novos talentos pelo Distrito 4420 são desejos declarados do Governador Eleito. Segundo ele, a montagem do elenco que compõe a Equipe Distrital levou essas premissas em consideração, algo que foi ainda mais revelador durante o PETS em Serra Negra. “Na minha palestra de abertura, eu mostrei um tradicional quadro de Rotary que expõe o jeito de obtermos clubes eficazes, que contempla a adesão aos programas da Fundação Rotária, metas de DQA (Desenvolvimento do Quadro Associativo), participação em projetos humanitários e a revelação de novos líderes. Eu me preocupei demais com este último item na esfera distrital”. 
 
Apesar de ter companheiros com muita experiência em Rotary, a montagem de seu time de governadores assistentes levou em conta nomes que despontam como novas lideranças distritais, somado ao trabalho que já realizaram em seus clubes. “Estes novos personagens que estão surgindo marcaram positivamente o nosso elenco durante o treinamento, além do brilhante trabalho que pretendemos realizar com as novas gerações. Foi uma mensagem que surgiu forte para mim e veio para ficar. Fui surpreendido por alguns que fizeram muito além do que era esperado para o evento. Trabalhei intencionalmente para revelarmos novos talentos. Para minha felicidade, isso foi correspondido de forma emocionante durante o PETS”. 
 
Segundo Torci, a capacidade de revelar talentos é um dos objetivos do PETS e da Assembleia Distrital. Para ele, isso deve servir de exemplo para que os clubes pratiquem esta sistemática de reconhecimento e revelação de jovens lideranças rotárias. “A presença do atual, de anteriores e de futuros governadores no PETS comprova que estamos num processo contínuo de liderança distrital. Se queremos que os clubes apliquem seus planos de lideranças, nada melhor do que oferecermos o exemplo pelo Distrito. Solicitei que todos abolissem os pronomes meu clube e minha gestão em seus discursos. Se o clube é meu, ele é meu sozinho, e os companheiros não estarão ao meu lado. O conceito é coletivo, é de equipe”. 
 
Pesquisa de satisfação 
 
Ela foi elaborada para subsidiar os próximos governadores em relação às experiências vivenciadas no evento, abordando os itens que foram avaliados de forma positiva ou negativa. Pela proximidade do término do PETS, ela ainda coleta dados de forma eletrônica e espontânea via internet. Até o fechamento desta reportagem, a pesquisa apontava índices acima de 90 para bom e ótimo nos itens pesquisados, entre eles a qualidade do evento, palestrantes, discussões em grupo, entre outros. “Este cenário se deu nas perguntas objetivas, quando o pesquisado tem as alternativas ruim, razoável, bom e ótimo para responder. Nas perguntas subjetivas e comentadas livremente, obtivemos um feedback ainda melhor”. 
 
Ao manifestaram as coisas que mais gostaram no treinamento, os participantes da pesquisa deixaram claro que a mensagem pretendida pelo PETS foi recebida por eles. Torci revela sua gratidão pelo sucesso alcançado nestes dias de imersão. “Os rotarianos retornaram na pesquisa exatamente aquilo que pretendíamos no encontro, enfatizando a questão do encantamento, a inspiração pelo exemplo e o foco na liderança. Foi positiva essa avaliação, pois ficou nítido que todos se encantaram com todo o conteúdo apresentado, levando em conta as falhas cometidas por nós e as possibilidades de melhoria nos próximos eventos da nossa gestão. Não fomos extremamente técnicos no evento. Eles entenderam isso”. 
 
Ele lembra que todos têm responsabilidades à frente da presidência de seus clubes. Também diz que com a ferramenta da liderança nas mãos, os presidentes não podem desmotivar ou deixar de realizar ações nas comunidades. “Espero que consigamos desenvolver uma percepção capaz de superar as expectativas. Este processo parte da vontade de realizar. É como praticar a qualidade total no dia-a-dia de um clube de Rotary. Devemos pensar, planejar e agir. Mas entre o pensar e o planejar, temos que entender o que os nossos convidados desejam. Para superar as expectativas, temos que estar atento num processo de doação contínua. Sem esperar recompensas, devemos semear as nossas tâmaras”, finalizou Torci. 
 
Como foi a programação do PETS 
 
Sexta-feira – 16/03/2018: 
 
• 11h00 – Reunião Equipe de Governadores Assistentes (Hotel Firenze). 
• 12h30 – Almoço Governadores Assistentes (Hotel Firenze). 
• 14h00 – Secretaria | Check-in PETS. 
• 15h30 – Prelúdio Musical. 
• 15h59 – 1ª Sessão Plenária no Salão Sam Owori. 
• 16h00 – Abertura com Claudio Takata – Governador do Distrito 4420. 
• 16h15 – Aldo Gaspar Filho – Apresentação do Governador Eleito Carlos Torci. 
• 16h25 – GDE Carlos Torci – Boas Vindas | Apresentação Áreas | Gestão com Qualidade. 
• 18h30 – Claudio Lopes – Secretário e Coordenador de Visitas Oficiais. 
• 16h40 – Aldo Gaspar Filho – Instrutor Distrital | Informações Gerais PETS. 
• 19h00 – Jantar | 1ª Sessão de Fotos na Sala Paul Harris. 
• 21h00 – Companheirismo com MPB. 
 
Sábado – 17/03/2018: 
 
• 7h00 – Café da manhã. 
• 8h00 – Secretaria | Check-in PETS | Prelúdio Musical. 
• 8h14 – 2ª Sessão Plenária no Salão Sam Owori. 
• 8h15 – Transformando Suor em Ouro – Apresentando o Livro do Bernadinho. 
- Gabriela: O Descobridor de Virtudes. 
- Ramiro: Apresentação. 
- Rubinho: Um passeio pela Grécia. 
- Vital: Meus Primeiros Treinadores. 
- Souza: A Geração de Prata. 
• 8h25 – GDE Carlos Torci | Planejando o Ano | Assuntos Distritais. 
• 8h40 – Presidentes – Deslocamentos Salas de Debates. 
• 8h45 – Cônjuges – Encontro com Carlos Torci e Sonia Mara. 
- Pinga-Fogo. 
- Discussões em Grupo. 
- Apresentação das Conclusões. 
• 8h45 – 1ª Sessão de Debates. 
• 9h35 – 2ª Sessão de Debates. 
• 10h25 – 3ª Sessão de Debates. 
• 11h15 – Presidentes – Retorno à Plenária. 
• 11h20 – Aldo Gaspar Filho – Instrutor Distrital | Menção de Rotary. 
• 11h40 – GDE Carlos Torci | Planejando o Ano | Assuntos Distritais. 
• 11h55 – Aldo Gaspar Filho – Instrutor Distrital | Avisos. 
• 12h00 – Almoço. 
• 13h15 – Prelúdio Musical. 
• 13h29 – 3ª Sessão Plenária no Salão Sam Owori. 
• 13h30 – Transformando Suor em Ouro – Apresentando o Livro do Bernadinho. 
- José: Uma Aventura Italiana. 
- Cinthia: As meninas do Brasil. 
- Cesar / Soeiro: As Cubanas e Nós. 
- Elaine: A Roda da Excelência. 
• 13h40 – Rodrigo Feola – Governador Assistente | Encantando Rotarianos. 
• 14h40 – Fernando Dias Sobrinho – Comissão Distrital de Desenvolvimento do Quadro Associativo. 
• 15h30 – Cônjuges – Happy Hour com Sonia Mara (Hotel Firenze). 
• 15h30 – Presidentes – Deslocamentos Salas de Debates. 
• 15h35 – 4ª Sessão de Debates. 
• 16h25 – 5ª Sessão de Debates. 
• 17h15 – Retorno à Plenária (todos). 
• 17h20 – Marcos Franco – Comissão Distrital da Fundação Rotária. 
• 17h50 – Cesar Romão – Palestra “Adote uma estratégia para sua estratégia”. 
• 18h40 – Aldo Gaspar Filho – Instrutor Distrital | Avisos. 
• 18h45 – Tempo Livre. 
• 19h00 – Jantar | 2ª Sessão de Fotos na Sala Paul Harris. 
• 21h00 – Festa à Fantasia dos Anos 60 e 70. 
 
Domingo – 18/03/2018: 
 
• 7h00 – Café da manhã. 
• 8h00 – Prelúdio Musical. 
• 8h14 – 4ª Sessão Plenária no Salão Sam Owori. 
• 8h15 – Transformando Suor em Ouro – Apresentando o Livro do Bernadinho. 
- Ciro / Paulo: Aos Campeões, o Desconforto. 
- Nauro: A Última Barreira. 
- Nilo: Em Busca do Ouro. 
- Rodrigo: A Nova Escala de Valores. 
- Cloris: Epílogo. 
• 8h30 – GDE Carlos Torci | Planejando o Ano | Assuntos Distritais. 
• 8h45 – GDI Adriano Valente | O Ano 2019-2020. 
• 8h55 – Marcos Franco – Comissão Distrital da Fundação Rotária | Subsídios Globais. 
• 9h25 - Pesidentes – Deslocamentos Salas de Debates. 
• 9h30 – 6ª Sessão de Debates. 
• 10h20 – Retorno à Plenária (todos). 
• 10h25 – Edivaldo Santos – Comissão Distrital das Novas Gerações. 
• 11h05 – Aldo Gaspar Filho – Instrutor Distrital | Estatísticas. 
• 11h10 – Ricardo Galhardo – Palestra “A cultura do comprometimento...a arte de encantar”. 
• 12h00 – GDE Carlos Torci - Encerramento. 
• 12h30 – Almoço de Despedida. 
• 15h00 – Final Check-out. 

 

 Clique nas imagens para ver as fotos