Use seus dados do Meu Rotary
    
  Lembrar     

Projetos Sociais   

SEÇÃO DE RECUPERAÇÃO E FISIOTERAPIA DA REGIÃO DA ZONA NOROSTE – SANTOS/SP.

Categoria: Saúde
Cidade: Santos

Clube(s): RC Santos Praia

Resumo: Prevenção e tratamento de doenças

Data: 12/04/2017
Financiamento: Subsídio Global
Comunidade Atendida: A construção da Seção de Recuperação e Fisioterapia na Zona Noroeste na cidade de Santos/SP, tem como público alvo os moradores desta região e dos morros.
Parceiros: Rotary Club Arnes, D-2260 da Noruega (parceiro internacional), Rotary Club de Santos-Praia, D-4420 do Brasil e Prefeitura Municipal de Santos, través de sua Secretária Municipal de Saúde.

Subsídio Global: SEÇÃO DE RECUPERAÇÃO E FISIOTERAPIA DA REGIÃO DA ZONA NOROSTE – SANTOS/SP. 
O objetivo deste projeto avaliado em R$119.450,24 é de equipar este serviço municipal de reabilitação e recuperação física localizado na região da Zona Noroeste em complementação a rede municipal desta área. 
A Região da Zona Noroeste na cidade de Santos, configura-se como um território abrangente, com contingente populacional de pessoas com deficiência bastante expressivo e que, de maneira geral, tem o acesso aos serviços de atenção especializada e integral à saúde prejudicado, tanto em razão da distância da região central, como em razão da escassez da oferta desses serviços na própria região. 
Em virtude das demandas locais e, também, das deliberações das Conferências Municipais de Direito das Pessoas com Deficiência, houve a construção do equipamento que, deve abrigar uma unidade da Seção de Recuperação e Fisioterapia, SERFIS, para atendimento da população da região.  
DEPOIMENTO DE UM BENEFICIÁRIO  
Marcelo José Dias da Silva, 47, morador do Bairro do Jardim Castelo na cidade de Santos/SP. Marcelo, diagnosticado com a doença de Parkinson (doença degenerativa), diz que a fisioterapia na SERFIS é de extrema importância para o seu tratamento, onde citou alguns pontos: Orientação psicológica, aparelhos adequados que traz o benefício da melhora da coordenação motora (mais mobilidade e menos tremores). Os exercícios constantes com a equipe de fisioterapeutas, mudou a sua vida para melhor, incluindo também o trajeto de sua casa até o Centro de Atendimento – SERFIS, que agora leva 10 minutos. Marcelo, elogiou e agradeceu ao Rotary Club de Santos-Praia em reunião ordinária do clube, expondo seu depoimento a todos os associados. DEPOIMENTO DE UM ROTARIANO DO CLUBE  
Nivaldo Rodrigues Florez, associado desde 1985: Estivemos em vistoria às instalações, e verificamos que o movimento de pessoas sendo atendidas é grande. Ver todas as salas em atendimento, e ver um projeto do clube dando retorno à comunidade, é muito gratificante.