Use seus dados do Meu Rotary
    
  Lembrar     

Programa End Polio Now

"Falta Só Isso para acabar com a Polio" 
 
Este é o maior projeto em andamento do Rotary: acabar com a poliomielite no mundo! E essa é a campanha que marca a reta final, e mais difícil, do desafio. Já foram reduzidos em mais de 99% os casos em todo o mundo, e agora poucos países ainda são endêmicos. Participe desta luta! 
 
Saiba mais no site oficial da campanha: endpolionow.org/pt

A poliomielite (pólio ou paralisia infantil) é uma doença altamente contagiosa, que ainda vitimiza crianças, em geral menores de cinco anos, podendo causar paralisia, geralmente irreversível, sendo fatal em alguns casos.  
 
A melhor proteção contra a doença é a prevenção, pois uma vez contraída não há como curá-la. É historicamente a doença que mais causou deficiências físicas nos seres humanos.  
 

A pólio está concentrada em certas regiões geográficas, mas ainda há muitos desafios a ser vencidos.

 
O Rotary não está sozinho na luta para erradicar a doença. A organização é um dos quatro principais parceiros da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio ? Rotary International, Organização Mundial da Saúde (OMS), Centro Norte-Americano de Controle e Prevenção de Doenças e Unicef —, que apoia governos de todo o mundo, tanto dos países afetados pela doença, quanto das nações contribuintes. Recebemos recentemente significativo suporte financeiro da Fundação Bill e Melinda Gates.  
 
Quando o Rotary lançou o programa Pólio Plus em 1985, ocorriam 350 000 casos de poliomielite por ano, ou seja, 1 000 por dia, em mais de 125 países. Ao longo de mais de 20 anos, tivemos uma redução de mais de 99% no número de infecções. No início de 2012 a Índia completou um ano sem nenhum caso de poliomielite aguda, e agora a doença continua endêmica em apenas três países: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Este é o índice mais baixo verificado na história e está limitado a certas regiões de cada um desses países.  
 
O compromisso do apoio à erradicação da pólio é alto não só nos países endêmicos, mas também globalmente.  
 
O Rotary International teve o privilégio de contar com a presença do secretário geral da ONU, Sr. Ban Ki Moon, na convenção de Birmingham de 2009, e de ouvir seu pronunciamento. Ele tem apoiado o Rotary e nossos esforços de erradicação da pólio. “Estou com vocês nesta grande campanha. Está na hora da tarefa ser concluída.” Pessoalmente vacinou crianças, contatou chefes de estado dos quatro países endêmicos e negociou dias de tranquilidade em nações vítimas de conflitos como o Afeganistão, para que o programa de vacinação pudesse ser realizado.  
 
Em janeiro de 2009, na Assembleia Internacional, o Rotary foi privilegiado com a presença de outro líder mundial. No encontro, Bill Gates anunciou que a Fundação Bill e Melinda Gates havia doado US$255 milhões ao Rotary International em apoio ao esforço global para erradicação da pólio, além do subsídio de US$100 milhões oferecido em 2007. Do total de US$355 milhões, o Rotary se comprometeu a equiparar US$200 milhões até 30 de julho de 2012. Esta nova iniciativa rotária de captação de recursos foi nomeada “Desafio 200 Milhões de Dólares do Rotary”. A meta foi cumprida em Fevereiro de 2012, e a Fundação Bill e Melinda Gates efetuou uma doação adicional de mais 50 milhôes de dólares. 
 
O entusiasmo de nós rotarianos é grande, pois embora ainda haja muito trabalho pela frente, o fim da pólio está próximo, considerando ser o nível de compromisso global o mais alto desde o início da campanha.  
 
Rotarianos são também convidados a ajudar a vencer o desafio, principalmente através do envolvimento de novos sócios e motivando a se envolver na campanha os clubes que ainda não tiveram a oportunidade de contribuir ao Programa Pólio Plus.  
 
As verbas do Pólio Plus são necessárias para utilização nas seguintes atividades:  
 
- Apoio operacional: Atividades que garantem que a vacina antipólio chegará às crianças, incluindo recursos humanos, treinamentos, suprimentos e equipamentos, e transporte. A maior parte da verba é outorgada para esta finalidade;  
- Vigilância: Processo de registro de todos os casos potenciais de pólio;  
- Mobilização social: Conscientização pública sobre as atividades de imunização e os seus benefícios;  
- Pesquisa: Estudos científicos para fornecimento de dados que comprovem que a meta de um mundo livre da pólio foi alcançada.  
O mundo está no limiar da erradicação da pólio. Há comprovação de que, em um período de 20 anos, tentar controlar a pólio custaria mais, em termos financeiros e de sofrimento humano, do que erradicá-la.  
 
 
Saiba mais 
 
Site da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio: www.polioeradication.org